FRONT-END|PROGRAMAÇÃO|UX/UI DESIGN

Acelerando suas aplicações com CDN

Após alguns anos no ramo do desenvolvimento web você percebe o que realmente importa na aplicação: desempenho.

Em tempos de hegemonia de aparelhos móveis para o acesso à internet, o usuário busca esse desempenho principalmente na velocidade de carregamento das páginas. Quanto mais tempo levar pra visualizar o conteúdo, maior será a taxa de rejeição da página acessada.

Um modo fácil de acelerar o carregamento é utilizar CDN, que é a abreviação de Content Delivery Network  (Rede de distribuição de conteúdo).

Conceituando, CDN é uma rede amplamente distribuída e otimizada de servidores que armazena, em cache, uma cópia da aplicação. Quando o navegador faz a requisição, essa rede é quem entrega o conteúdo estático e não o site. Isso agiliza muito a velocidade de carregamento, pois a CDN busca transmitir os dados que estão em um ponto (servidor) físico mais próximo do local da requisição.

Garantir uma boa experiência ao usuário é importante e,  trabalhando com uma rede de distribuição de conteúdo, os dados que ele receberá terão percorrido uma menor distância. Isso diminuirá a latência e proporcionará uma experiência mais rápida do site.

Que tipo de conteúdo são armazenados em uma CDN?

O conteúdo a ser armazenado em cache na CDN é geralmente estático, como arquivos CSS, JS e imagens. Mas pode ser muito mais que isso.

Se estiver utilizando um CMS WordPress, por exemplo, você poderá armazenar todos os arquivos que estiverem nos diretórios “wp-content” e “wp-includes”.

Abaixo uma lista de alguns arquivos que podem ser hospedados em CDN:

  • Imagens: PNG, JPG, SVG, GIF, TIF
  • Folhas de estilo: CSS
  • Javascript: JS
  • Vídeo e Áudio: FLV (Flash), HLS, MP4 (vídeos em HTML5), MOV (QuickTime), WMV (Windows Media), MP3 e WAV
  • Fontes da Web: EOT, TTF, OTF, CFF, AFM, LWFN, FFIL, FON, PFM, PFB, WOFF, SVG, STD, PRO, XSF e muito mais…
  • Outros formatos de arquivo: HTML, JSON, PDF, DOC, PPT, XLS, EPUB, ODT, ODP, ODS, TXT, RTF, ZIP

Além de reduzir sua taxa de rejeição, um bom carregamento pode aumentar sua taxa de conversão. De acordo com essa publicação do site Kissmetrics, um atraso de 1 segundo na resposta da página pode resultar em uma redução de 7% nas conversões e 40% das pessoas abandonam um site que leva mais de 3 segundos para carregar.

Se sua aplicação tiver um tempo alto de carregamento isso pode afetar drasticamente na proposta apresentada.

 

Foto: pexels.com

Gustavo Vieira

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *